Inteligência de Marketing

Acreditamos que 90% dos problemas de mercado das empresas, estão dentro das próprias empresas, como por exemplo, produtos defasados, preços poucos competitivos, equipe de vendas desestruturadas, mal treinadas e desmotivadas, etc.

Podemos ajudá-los a transpor estes obstáculos. Marque um papo conosco.

 

ESTAMOS EM CRISE!!!

 

Em Janeiro, tentei adiantar,  no meu primeiro E-JOURNAL do ano, como seria o ano de 2015 e as dificuldades que se avistavam no horizonte da economia. Mas, ao contrário da maioria dos analistas (se é que posso me considerar como tal), que causam alarme, apontei para um caminho possível de minimizar os efeitos de uma possível redução da atividade econômica.

Mas parece que as pessoas ainda não se deram conta do problema. Senão vejamos:

Caso 1) Recentemente tive que buscar informações sobre duas feiras nas quais um cliente gostaria de participar, exatamente na tentativa de buscar novos clientes e se fortalecer para o ano. Uma das feiras é promovida por uma empresa do interior de São Paulo, na cidade onde se realiza o evento. Tentei contato algumas vezes pelo telefone e fui informado pela atendente que a única pessoa apta a dar informações (preço, público, etc) sobre a feira era o proprietário da empresa, mas que era difícil encontrá-lo. Além de tudo, ele não autorizava a disponibilizar o número do telefone móvel dele para um possível contato. Fui aconselhado a enviar um email solicitando as informações, coisa que fiz. Mas não obtive nenhuma resposta. Tentei novamente o contato telefônico algumas vezes até que tive a felicidade de falar com a tal pessoa que se prontificou a enviar o que havia solicitado por email. Já faz mais de quinze dias e nada. E o que é pior. Ele não fez um follow-up para ver se eu havia recebido, se havia entendido e se havia decidido.

Caso 2) Anda dentro do assunto feiras para o meu cliente, a outra feira é promovida pela maior empresa de organização de feiras do país. Liguei para o tronco chave da empresa, onde uma "simpática" URA me "acolhe", diz que a minha ligação é muito importante e me dá um "menú de opções" de atendimento kilométrico, antes de me dizer para aguardar para ser atendido. Como eu não sabia a quem recorrer aguardo. Músiquinha de fundo por alguns intermináveis segundos e a ligação cai. Refiz a operação e quando o fato não se repetia, a telefone tocava, tocava e tocava e a Dona URA não atendia. Finalmente consegui. E a prestativa atendente me transfere para o ramal. SURPRESA!!! Sou atendido por uma acolhedora secretária eletrônica que informa que a dona do ramal está ausente e que posso deixar uma mensagem. Solicito o retorno da ligação, explicando o motivo claro. O que acontece? NADA. A pessoa não retorna. Espero alguns dias e repito a operação. E o resultado é o mesmo.

Porque coloco estes dois casos? Porque uma crise está anunciada em alto e bom tom pelos analistas e pela imprensa. Mas o que talvez não entendamos é que a crise é de COMPETITIVIDADE. E não venha colocar a culpa só no governo (não que ele não tenha), mas vamos olhar para o nosso próprio umbigo. As tecnologias para "atender" o cliente evoluíram, isto é fato e é bom. Mas a maneira de retornar o contato continua a mesma. INEFICAZ!

Em ambos os casos, existia um cliente com vontade de comprar, mas que não pode, porque as PESSOAS não o atendem. Temos ferramentas de atendimento, de CRM, de divulgação via redes sociais, mas não temos gente COMPETENTE e TREINADA para serem competitivas. Para serem caçadoras. De repente, parece que o bisturi se tornou mais importante que o médico.

Um dia desses, visitando uma empresa na última semana do mês, deparei com quase todo o departamento comercial da empresa com a cabeça abaixada em seus computadores, fazendo não sei o que. E não havia ninguém pendurado no telefone tentando fechar negócios. Perguntei ao Diretor, que me conduzia na visita, se as vendas estavam dentro do planejado e ele me informou que ainda estavam 30% abaixo da meta prevista. ISTO COM 3 OU 4 DIA PARA FECHAR O MÊS.

Aproveitando o fato de que, no Brasil, o ano começa depois do Carnaval, vamos ver se, nas cinzas, renasçamos com uma nova postura. Muito mais competitiva, muito mais de marcação homem a homem, ao invés de email a email. Porque, na minha opinião, quem ainda toma a decisão de compra é uma pessoa.

FELIZ 2015!!!!!!

P.S. - Se você se identificou com esta mensagem, talvez seja a hora de batermos um papinho.

 

Novidades

NOVO LOGO DESENVOLVIDO PELA INTELIGÊNCIA

31/10/2014 15:26
A INTELIGÊNCIA DE MARKETING desenvolveu a logomarca e toda a identidade visual para um novo...

Conheça nossos programas de treinamento

05/02/2013 14:54
A INTELIGÊNCIA DE MARKETING disponibiliza uma série de programas de treinamento que são realizados...

Artigos

FALTOU INTELIGÊNCIA!!!

24/12/2014 09:33
Nestes 12 anos de existência deste modesto E-Journal, a Copa do Mundo foi realizada em quatro ocasiões e, em todas elas, tive a oportunidade de  comentar a competição sempre buscando fazer uma correlação entre este evento e a administração empresarial sempre focando algum ponto relacionado ao...

ACORDO COLOCA INTELIGÊNCIA DE MARKETING NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

07/08/2014 15:41
A INTELIGÊNCIA DE MARKETING acaba de dar um importante passo no sentido de disponibilizar cursos via internet, ao fechar acordo de operação com a Target Engenharia e Consultoria. Através deste acordo operacional, a INTELIGÊNCIA DE MARKETING irá disponibilizar os conteúdos de treinamento para...

Seu Preço está ALTO!!!

18/12/2013 11:43
Esta é, talvez, a frase mais temida que os profissionais de vendas, e toda a cúpula das empresas, principalmente da quelas em que eu já trabalhei. E ninguém sabe bem ao certo o motivo. E fazem uma pressão desgraçada para que as equipes de vendas agreguem valor à venda (esta é a...

O PREÇO DO SUCESSO

29/10/2013 09:49
Uma frase muito ouvida, cuja a origem não se tem certeza, mas foi atribuída à Thomas Jefferson, terceiro presidente dos Estados Unidos da América, fala que "O preço da liberdade é a eterna vigilância". Esta frase pode ser uma grande verdade, mas não se tornará mentira se, ao usá-la, trocarmos...

O CACHORRO E O PNEU

22/07/2013 15:20
Dizem que, depois da tempestade, vem a bonanza. Seria este ditado aplicado às manifestações ocorridas neste último mês?  Ainda é cedo para afirmar, mas algumas coisas já podemos vislumbrar adiante. 1) O "Governo" deu mostras de que cedeu aos apelos das ruas. Mas cedeu...

A GOTA D'ÁGUA

18/06/2013 09:36
Confesso que, quando começaram os protestos em São Paulo contra o aumento das passagens de ônibus e Metrô me posicionei contra estes movimentos que param cidades e prejudicam milhões de pessoas. Mas, em conversas que tive, em mensagens recebidas pelas redes sociais e outros "inputs" acerca...

O FUTEBOL E A ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL

30/04/2013 12:53
  Mesmo que não é fã de futebol deve estar ciente que estão sendo disputadas as semifinais da Copa de Campeões da Europa, o maior torneio de clubes do mundo e o mais competitivo. Para aqueles que não acompanham as partidas estão sendo disputadas na seguinte ordem:   Real...

A Teoria dos 4 "Ps". Este troço ainda vale???

22/03/2013 14:20
  O marketing sempre se baseou na ignorância dos clientes e as empresas gostavam disso. Com o passar do tempo, a criação de canais de comunicação clientes x empresa, a implantação do Código de Defesa do Consumidor, o marketing digital, fica a dúvida se esta forma de gerenciar o marketing ainda...

OS VINGADORES

22/03/2013 14:08
  Marvelmaníaco que sou, não perderia jamais ao filme do título deste arquivo e fui para lá pronto para assistir a mais uma obre cheia de porradas e destruição onde os americanos, como sempre, vencem no final. Mas, para minha surpresa, consegui tirar algumas reflexões sobre gestão de...

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!